segunda-feira, 12 de junho de 2017

BATMAN FOREVER

Este ano a bruxa tá solta também em relação aos filmes que fizeram sucesso nos seriados clássicos de TV e nos cinemas de todo mundo. Dia desses, o eterno - para muitos o melhor -  James Bond (Roger Moore) foi 'espionar' outros mundos. Agora, foi a vez do mais autêntico Batman, o ator Adam West, ir atrás dos criminosos num lugar bem distante de Gothan City. Ele faleceu no dia nove, aos 88 anos, após perder uma luta feroz contra a leucemia e de deixar um importante legado para milhões de fãs no mundo inteiro. A série Batman, também conhecida no Brasil como Batman e Robin, teve um total de 60 histórias, em duas temporadas exibidas nos anos 1960 (120 episódios), reprisadas até hoje fazendo relativo sucesso, principalmente, para aqueles que ainda curtem uma 'porradaria' inocente, cheia de efeitos (alguns recheados de muito defeito) e muita, muita, nostalgia, Na verdade, um passado que não volta mais... 

domingo, 28 de maio de 2017

BOND, JAMES BOND

Pra mim, Roger Moore foi o melhor James Bond nas telas de cinema. E o que mais tempo ficou em cartaz (foram sete filmes). E, como todos se vão um dia, ele também não estará mais entre nós falando:" Bond, James Bond", levando a plateia ao delírio com muitas cenas de ação, sem falar naqueles festivais de mentiras, como todo filme do gênero que se preze merece. Abaixo, uma de suas cenas mais marcantes:


segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

ADEUS A ZSA ZSA

A atriz húngara Zsa Zsa Gabor morreu ontem nos EUA, aos 99 anos, após sofrer um ataque cardíaco. Nascida em Budapeste em 1917, Gabor mudou-se para os Estados Unidos após vencer o concurso de Miss Hungria em 1936. Ícone da Hollywood dos anos 50, estreou nos cinemas em 1952 e teve uma carreira de 45 anos. A atriz também trabalhou na televisão, com papéis como Bonanza e Batman, seriados imperdíveis nos anos 60 e 70.


sexta-feira, 20 de maio de 2016

NOS BASTIDORES DO CÉU

Inesquecível o show do Cauby Peixoto que assisti no Othon de Salvador, em 1975. Inesquecível, também, quando um engraçadinho, bêbado, o chamou de caubicha e ele respondeu cantando pro cara. Rindo de sua cara, como era de seu estilo. Que os céus recebam de braços abertos este que, sem dúvida, foi (?) dos poucos GRANDES ARTISTAS BRASILEIROS. Nossa homenagem ao niteroiense CAUBY PEIXOTO, vizinho de uma falecida tia no Fonseca, saudosa como ele

sexta-feira, 22 de abril de 2016

VIROU PURPLE RAIN

2016 não está nada bom para os camaleões da música, do cinema, os grandes artistas mundiais, originais e perfeccionistas em toda sua essência. Primeiro, foi-se David Bowie e, agora, Prince. Nossa homenagem só pode ser a de postar um de seus clássicos, ganhador de todos os prêmios, mostrando parte do que sabia fazer tão bem.


sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

MORRE BATGIRL


A atriz americana Yvonne Craig, conhecida por interpretar a Batgirl na famosa série de televisão Batman, na década de 1960, morreu na segunda-feira (17) aos 78 anos de idade, informou a revista “Variety”.
Craig morreu em sua casa de Pacific Palisades, na Califórnia, em companhia de sua família, em decorrência de um câncer de mama que causou metástases no fígado.
yvonne-craig
Montagem mostrando a personagem Barbara Gordon e a misteriosa Batgirl
Um dos seriados de maior sucesso em todo o planeta, que foi exibido em 101 países e ainda é reprisado em alguns deles, Batman teve três temporadas (1966-68). No final da segunda, quando a audiência começou a cair, a versão engraçada das aventuras do Homem-Morcego e seu pupilo Robin precisava de novo fôlego. E os produtores resolveram introduzir na temporada seguinte a Batgirl, versão feminina do herói.
Yvonne Craig tinha 30 anos quando ingressou na série. Nascida nos EUA, começou a carreira como bailarina e chegou a fazer parte do Balé Russo de Montecarlo. Mas, desde os 20 anos, passou a interpretar pequenos papéis no cinema. Ela atuou ao lado de Elvis Presley em dois filmes, “Loiras, Morenas e Ruivas” (1963) e “Com Caipira Não se Brinca” (1964).
Nos anos 1960, focou sua carreira para a TV. Além de Batman, ela fez aparições em outros seriados cultuados até hoje. Interpretou Martha, a menina escrava de Orión, que quis matar o Capitão Kirk na 3ª Temporada da série Jornada nas Estrelas. Participou, também, de James West, O Agente da U.N.C.L.E. e Terra de Gigantes. Mas, foi mesmo como Batgirl que virou musa.
A personagem é filha do comissário Gordon, a bibliotecária Barbara Gordon. Sua identidade é conhecida apenas por Alfred, o mordomo de Bruce Wayne. Batman e Robin não suspeitavam que ela era a garota de máscara, capa e roupa justíssima que aparecia para ajudá-los a combater o crime.
A partir de 1972, Yvonne deixou de atuar e passou a viver longe da imprensa. Ela teria trabalhado por décadas no ramo imobiliário, produzindo eventos para lançamentos do ramo. 
Fonte: site retrotv